Monthly Archives: April 2013

O MASSACRE DOS CATÓLICOS CÁTAROS PELOS CATÓLICOS ORTODOXOS

135- OS CÁTAROS   “Para os puros tudo é puro”     I-Idade Média  No período contado entre os séculos XI e XII, os Cátaros foram o destaque da “mídia”, que se ocupou quase exclusivamente em falar, divulgar, aprovar e … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

“The freedom to participate in the struggle and the freedom to desert it guaranteed every man his independence. In this way did action retain a personal quality and thus its poetic form”.(Milan Kundera) The Curtain.w.me

Aside | Posted on by | Tagged | Leave a comment

On Empire

130- About the Empire   1-How should these empires be remembered? The nature of official and poupular memory depends to some extent on the length of time that has elapsed since an empires´s disappearance and whether it has left any … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

ALDEIA GLOBAL

128- ALDEIA GLOBAL A aldeia global e a insensibilidade. Antigamente quando se falava em “aldeia global”, se imaginava corretamente o que é até hoje, todo o mundo debaixo de uma única lona, habitando um lugar comum. Um grande tabernáculo montado … Continue reading

Aside | Posted on by | Leave a comment

SER E FAZER E DISCÍPULOS

A CONDIÇÃO DO DISCIPULO “Se esforce para ganhar alma, essa é a vontade de Cristo Jesus” Lc 19:13 Introdução: Quando os escravos foram posto em liberdade por um decreto da princesa Isabel, ficaram numa situação crítica,não sabiam lidar com dinheiro,nem … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

“Extra ecclesiam, nulla salus” (FORA DA IGREJA NÃO HÁ SALVAÇÃO”

Religiosos que se achavam donos da verdade, praticavam a tortura no intuito de servir a Cristo. Esse foi o período mais fundamentalista da Igreja.   71- FORA DA IGREJA NÃO HÁ SALVAÇÃO “extra ecclesiam, nulla salus“ Sto. Agostinho, 354-430-Bispo de … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

A MENORIDADE E A LEI PENAL

127-MAIORIDADE PENAL  Bem ignorante esse ministro ou é simplesmente um sujeito venal. Ele não procura conhecer o fato de que: O menor é uma combinação de idade, vontade e comportamento. Um menor do século passado era quase um inocente, um … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment